O Grupo

Inicialmente composto por quatro amigas Tânia, Taís, Márcia e Teresa e produção de Eliane Noronha, o Grupo Tatamatê cresceu em Belo Horizonte e conquistou enorme público. Excursionou por várias cidades em Minas Gerais, São Paulo, Espírito Santo , Bahia e gravou dois CDs. O primeiro, com músicas dos clássicos da MPB e, o segundo, com músicas inéditas de compositores mineiros.

Quis o destino que o Grupo se desfizesse mas Tânia e Eliane, amantes da música e do samba, reestruturaram sua composição porém mantiveram a linha musical e, ainda, diversificaram seu instrumental trazendo, assim, nova perspectiva e motivação dentro do cenário não só de Belo Horizonte como em todo o Estado.

O nome Tamba Tajá foi escolhido porque sintetizava um pouco de tudo que o aconteceu, ou seja, o término e o nascimento de um novo Grupo.

Tamba Tajá é o nome de uma planta vistosa e muito decorativa, possui segredos e muitos mistérios! A lenda nos conta a história que, na tribo Macuxi, havia um guerreiro forte e corajoso que se apaixonou por uma linda jovem de sua aldeia. Ela correspondeu tão nobre sentimento e, passadas algumas luas, uniram-se em matrimônio.

Mas eis que um dia, um estranho mal acometeu a indiazinha, tornando-a paralítica. O índio Macuxi, para não se separar de sua amada, teceu uma tipóia e a carregava em suas costa. Porém, apesar de tantos cuidados e carinhos, ela não resistiu à enfermidade e morreu. O guerreiro foi então à floresta e cavou um buraco à beira de um igarapé, enterrando-se junto de sua adorada esposa, pois sua vida não tinha mais sentido sem ela.

Depois de algum tempo, com a chegada da grávida Lua Cheia, da sepultura brotou uma delicada planta, uma espécie desconhecida para os mais entendidos índios Macuxis. Era a Tamba Tajá, planta de folhas triangulares, de cor verde, trazendo em seu verso outra folha de tamanho reduzido, onde se visualizava um bordado de um desenho que parecia um órgão sexual feminino. A união das suas folhas representava o grande amor do casal que nem a morte conseguiu separá-los.

Assim, num misto de lenda e realidade, de amor e união, de morte e renascimento, nascia no cenário mineiro o Grupo Tamba Tajá, composto por mulheres fortes, com o coração voltado para a música e a alma repleta de arte!